História do Computador Completa – Parte 2/2

Como foi dito no final do artigo 1, Com o avanço tecnológico é a criação da técnica de circuito impresso, em 1957, os computadores puderam diminuir um pouco de tamanho. 

Outro avanço, foi a criação dos transistor, em 1947, mais seu uso comercial só ocorreu a partir do final da década de 50. Os transistores vieram substituir as válvulas. 

Possuí a grande vantagem de não aquecer como as válvulas nem quebrar com choque físico, além de ser, fisicamente, muito menores.


Gradativamente, as válvulas passaram a ocupar espaço no Mundo dos equipamentos eletrônicos. 

Os primeiros computadores a utilizarem totalmente transistores foram o IBM 1401 e o IBM 7094, (juntos venderam mais de 10.000 umidades).



Outros computadores como as séries de computadores da DEC recebiam o nome PDP, sendo o PDP-1 lançado em 1963, a DEC criou o primeiro minicomputador, o PDP-5.

Com a corrida espacial e o desenvolvimento da computação em geral, na década de 60, Desenvolveu-se a idéia de criar uma peça com maior capacidade de processamento de informações: criou-se: os circuitos integrados.

Os circuitos integrados são dispositivos eletrônicos que num mesmo bloco semicondutor reúnem capacitores, resistores, transistores e diodos, adequadamente ligados, formam circuitos completos.

Um dos primeiros computadores a utilizar circuitos integrados foi o IBM/360, lançado em 1964.

Em 1970 inicialmente, não se tinha a visão de pessoas usando computadores em suas casas também.

Todas as grandes empresas estavam interessadas somente no mercado dos computadores de grande porte para serem implantados em empresas.

Por outro lado a indústria eletro-eletrônica sempre necessita de maior eficiência. Ainda em 1970 ouve o desenvolvimento de componentes menores e com maior número de funções.

Levados a produzir PCLs em tamanho reduzido, a indústria eletro-eletrônica sempre necessita de maior eficiência.

A afirmação destas tecnologias acontece desde o início de 1970, onde o valor inviabilizava o uso do SMD em algumas aplicações, embora a utilização desta tecnologia em produtos onde a miniaturização era fundamental, ocorria com maior presença.

Entre 1975 e 1980, o processo de miniaturização aumentou. Neste momento, o SMD se desenvolveu ligeiramente e o processo de manuseio de componentes e materiais se formou.

Os componentes SMD oferecem uma enorme variedades de circuitos integrados, semicondutores discretos e componentes convencionais por SMD.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*