Tudo o que você precisa saber sobre monitores de vídeo

Neste artigo falando um pouco sobre os monitores LCD, o dispositivo de saída mais importantes para apresentação final ao usuário.

Este periférico de saída de dados é o responsável em fazer a interface visual entre o micro  e você, através da placa de vídeo.

Eles são vendidos de acordo com seu tamanho. Os tamanhos de monitores mais comuns hoje em dia no mercado estão entre os de 18.5 e 19 a 21,5 e 24 polegadas.

Aqui vamos esquecer os monitores de vídeos tradicionais com tubo de imagem.

Há hoje no mercado os monitores de vídeo de cristal líquido, também chamados de LCD (Liquid Cristal Display).

As duas principais vantagens deste monitor são os seus pesos e dimensões reduzidas e o baixa taxa de atualização. Lembrando que hoje Qualquer TV Smart serve como monitor.

 O texto abaixo foi retirado e adaptado do site www.cpt.com.br

Os monitores LCD apresentam algumas características e inovações tecnológicas distintas cujo conhecimento é de suma importância para o técnico que se propuser consertá-los e/ou orientar seus clientes na hora da sua aquisição.

Dessa forma, tornará seu trabalho mais eficiente e mais profissional.

Tamanho do monitor

Com o desenvolvimento da tecnologia de monitores LCD, passa-se a considerar, a sua proporção entre largura e altura. 

Há até pouco tempo, era utilizada como padrão a proporção de 4:3 que definia a relação entre a altura e a largura do monitor. Atualmente, os monitores que chegam ao mercado apresentam a proporção de 16:9, a mesma que vem se consolidando por ser a proporção utilizada em filmes e na televisão digital.

Resolução

Nos monitores, a resolução é expressa pelo número de linhas e de colunas existentes em sua área de projeção. Por exemplo, a resolução de 800 X 600 equivale a 800 linhas por 600 colunas. 

Na intercessão de cada uma das linhas com cada uma das colunas, são formados os “pixels”, que são pontos luminosos que formarão a imagem que será vista na tela do monitor. 

Portanto, um monitor com resolução de 1.024 X 768 possui cerca de 786 mil pixels, ou pontos luminosos, em sua área de projeção. Quanto maior o número de pixels, melhor será a qualidade da imagem. E quanto maior o tamanho da tela, maior deverá ser a resolução para uma mesma qualidade da imagem.

Diagrama de blocos

O monitor, como já foi dito, é a principalinterface entre o usuário e o computador. Para que o monitor apresente as imagens, essas devem ser enviadas pelo computador na forma de sinais. 

Esses sinais são recebidos pelas placas eletrônicas do monitor que, por sua vez, geram as imagens na tela. Elas podem ser classificadas entre imagens digitais ou analógicas, que são as mais comuns. 

Placa processadora de vídeo

placa processadora de vídeo é composta pelo conector DB15, CI Scaler, CI Micro, cristais osciladores do CI Micro e do CI Scaler, CI’s reguladores de tensão, conector para o painel de controle do display LCD e outros conectores que recebem as tensões da placa da fonte. 

O conector DB15 é responsável por receber os sinais de vídeo RGB que serão transmitidos para o CI Scaler e os sinais Hsync e Vsync, sincronismo horizontal e vertical, respectivamente, que serão transmitidos ao CI Micro. Em outras palavras, os sinais de vídeo RGB são recebidos pelo CI Scaler que digitaliza esses sinais recebidos, e depois converte os sinais digitalizados para o padrão de funcionamento do modelo do display LCD.

Placa da fonte e das fontes inversoras

placa da fonte de alimentação do monitor possui uma fonte chaveada, que pode estar conjugada com as fontes inversoras, responsáveis por gerar as tensões necessárias ao funcionamento das lâmpadas. 

A fonte chaveada recebe a tensão da rede elétrica e distribui essa tensão para os demais circuitos eletrônicos do monitor. A fonte chaveada é composta por uma entrada de alimentação AC (corrente alternada), que recebe a tensão da rede elétrica, e fica próximo à entrada AC, de forma que o técnico pode observar o fusível de entrada. Seguindo o caminho da tensão elétrica, você pode observar o filtro de linha. Esses componentes têm a função de deixar passar somente correntes elétricas com frequência de 60 Hz, eliminando as outras. 

Para estabilizar a tensão recebida pela rede elétrica, o filtro de linha normalmente possui capacitores e uma bobina.

Placa do painel de controle do monitor

A maioria dos monitores LCD disponíveis no mercado apresentam teclas de controlelocalizadas nas laterais ou na parte inferior da moldura do monitor. 

Esses botões de controle permitem o ajuste e o controle de diversas características da imagem, como o ligar e desligar o monitor, brilho, posicionamento da imagem e a intensidade da cor. 

Esses ajustem conferem maior conforto ao usuário. Os botões de controle do display atuam sobre uma pequena placa eletrônica que é ligada ao CI Micro da placa de vídeo do monitor. 

Existe um cabo que faz a conexão entre as duas placas. Para realizar qualquer tipo de manutenção é sempre aconselhável que o técnico disponha do esquema elétrico do monitor LCD.

Display LCD

display LCD é o maior componente interno do monitor. Basicamente, ele ocupa todo o espaço interno da carcaça plástica. O display de LCD é constituído por uma placa refletora, uma placa polarizadora, um conjunto de placas difusoras, geralmente, dois conjuntos de lâmpadas, as placas eletrônicas de controle da tela e a tela em si onde fica contido o cristal líquido. 

Existem modelos de displays que possuem duas lâmpadas, os que possuem quatro lâmpadas, e até seis lâmpadas. Ao abrir o display LCD, o técnico pode observar a placa refletora, que não permite a passagem da luz, seguida por uma placa polarizadora que direciona os feixes de luz para frente da tela.

Depois desse conjunto, o técnico pode observar as placas difusoras, que têm a função de uniformizar a luminosidade do painel LCD. 

Nas laterais desse conjunto sobreposto de placas, encaixam-se as lâmpadas do monitor.
Confira mais informações, acessando os cursos da área Manutenção de Equipamentos de Informática.

Por Andréa Oliveira